O Geocaching é uma caça ao tesouro dos tempos modernos, praticada ao ar livre, no mundo inteiro, com a ajuda de recetores de GPS. A ideia base do jogo é deslocar-se até umas coordenadas específicas e encontrar a ‘geocache’ escondida nesse local. A descrição de cada cache e as suas coordenadas geográficas estão publicadas na página www.geocaching.com.

Existem orientações e regras específicas para a prática do Geocaching, as quais devem ser tidas em conta, quer para a colocação de uma cache e sua manutenção (como por exemplo, a garantia de permissão do dono ou gestor do terreno, a preservação de propriedade pública ou privada, da vida selvagem e ambiente natural onde se planeia coloca-la), quer para o tipo de cache e seus conteúdos.

Existem, atualmente, 2.398.758 geocaches activas e mais de 6 milhões de geocachers, em todo o mundo. Em Portugal, contam-se mais de 16.000 caches espalhadas pelo território continental e insular e mais de 30.000 geocachers!

No universo Geocaching existem caches ou conjuntos de caches que lhe permitem efetuar caminhadas, ou passeios de bicicleta e de BTT, com diferentes distâncias e graus de dificuldade.

No concelho de Palmela, encontra várias caches à sua espera! A pé ou de bicicleta, sozinho ou em família atreva-se a descobri-las pelas Vilas de Palmela, Quinta do Anjo ou Pinhal Novo, pela deslumbrante Serra do Louro ou pelo sumptuoso Vale dos Barris.

Se tem interesse nesta prática e procura mais informações, consulte os seguintes portais e PARTA À DESCOBERTA!
http://www.geocaching.com (site oficial da atividade)
http://geocaching-pt.net/ (fórum de discussão)
http://www.geopt.org (portal de praticantes portugueses, com informação diversa sobre as várias vertentes da atividade).